Archive for the história Category

O Inimigo do Rei

Posted in história, referências on 29 de janeiro de 2010 by Coletivo Anarquista de Piracicaba e Região

O Inimigo do Rei foi um jornal anarquista que (r)existiu em Salvador-BA de 1977 a 1988, período da ditadura militar brasileira. Era considerado parte da imprensa “nanica”, que se mantinha como oposição à imprensa militar de forma autônoma e independente do governo. Defendia, entre outros ideais libertários, a ação direta, a autogestão e o federalismo. Durante sua existência, abordou os mais diversos assuntos econômicos, políticos e sociais; em suas páginas, tiveram espaço, além do anticapitalismo, do antimilitarismo e da acracia, a homossexualidade, o ateísmo, as drogas, as alas mais radicais do feminismo e do movimento negro, o ambientalismo e a luta antimanicomial, entre outras.

Título: O INIMIGO DO REI – Periódico do Canto Libertário.
ENDEREÇO: Uma publicação da Editora e Livraria “A”- Rua de abril, n.º 8, sala 21, Relógio de São Pedro, Salvador, Bahia. Impressão: Rio de Janeiro: Gráfica e editora Jornal do Comércio, Rua Do Livramento, 198. São Paulo: Oficinas da Cia Ed. Joruês, Rua Gastão da Cunha, 49.
Cidade: Salvador, Rio de Janeiro, São Paulo, Porto Alegre.
PERIODICIDADE: Bimestral.
N.º de Páginas: Entre 08 e 22.
Datas – Limite: No acervo do CEDAP: 1977 – 1988.
Exemplares: No acervo do CEDAP: Ano I: n. ° 1-2. Ano II: n. ° 3. Ano III : n. ° 4-9. Ano IV: n. ° 10;12. Ano V: n. ° 13-15. A partir do n. ° 16 não há indicação de ano. N. ° 16-22.
RESPONSÁVEIS: Feito em sistema de rodízio, dentro de uma proposta de autogestão jornalística. A responsabilidade cabe, portanto aos autores dos artigos.
ILUSTRAÇÃO: Em sua estrutura inicial, apresentou ilustrações nas capas e contra-capas, além de fotografias e poesias referentes a críticas ao regime político.
COLABORADORES: Não é possível identificar colaborações fixas.
CARACTERIZAÇÃO: Um jornal de Imprensa alternativa (de esquerda), de estrutura variável, pode ser classificado como imprensa política. Caracteriza-se como um trabalho educativo e esclarecedor das massas trabalhadoras, enfatizando a importância da autogestão, do movimento do trabalhador, levantando a bandeira da luta contra o autoritarismo e a favor das minorias discriminadas. As matérias estavam centradas nas seguintes temáticas: a autogestão e o ideal  Anarquista.
DESCRIÇÃO: Com uma pauta voltada para os interesses das minorias sociais, produziu um jornalismo que se inseriu no quadro mundial das lutas dos explorados. Defendeu a autogestão em contraposição ao autoritarismo do sistema capitalista, isso com grandes dificuldades devido à postura independente que teve. Na defesa do ideal anarquista, propunha uma ruptura definitiva com o contexto autoritário da história. Para isso, pedia o poder a ninguém, propagando em meio a seus ideais, a liberdade em todas as suas vertentes, no sexo, no amor e na vida.
Fonte: PAGANOTTO, Waldir. Imprensa Alternativa e Anarquismo: “O INIMIGO DO REI” (1977-1988) – Dissertação de Mestrado, UNESP, Assis, 1997. (Canto Libertário)


Blogue sobre o jornal

Algumas matérias

Entrevistas com os editores

Algumas edições digitalizadas (Senha: inimigo)

Documentário:

Anúncios