Arquivo de novembro, 2012

Receita para o natal

Posted in antinatal on 1 de novembro de 2012 by Coletivo Anarquista de Piracicaba e Região

Panfletagem que será feita sobre o uso de animais em ceias de natal… Uma bela “receita” para você pensar e refletir sobre o que realmente esta comendo.

Divulguem na sua cidade também.

Ingredientes: Frangos

Animais curiosos e amigáveis que criam laços familiares e hierarquias, constroem ninhos e cuidam das suas crias.

Modo de preparo:

  1. Cortar o bico dos frangos com uma lâmina quente e sem anestesia.
  2. Colocar as crias em galinheiros super lotados cheios de excrementos levanado-os à morte por asfixia ou ataque do coração.
  3. Alimentá-los com antibióticos e mantê-los à luz artificial acesa durante 24 horas para que comam bastante e cresçam rápido para aumentar a produção.
  4. Selecionar os frangos com mais carne, fazendo com que suas patas se quebrem e não consigam se mover durante toda a sua miserável existência.
  5. Agarrar os sobreviventes pelas patas e jogá-los em engradados superlotados para o transporte.
  6. Transportá-los durante horas para o matadouro expondo-os a temperaturas extremas.
  7. No matadouro, prender as patas dos sobreviventes a ganchos.
  8. Lavá-los com água eletrificada.
  9. Cortas-lhes a garganta.
  10. Atirar os corpos, alguns ainda vivos em água escaldada para facilitar a remoção das penas.
  11. Repetir esta receita cerva de 5 bilhões de vezes ao ano.

Obs: Um frango nasce e é abatido e dois meses quando este tem expectativa de vida de 7 anos.

Se não gostou da receita, Ótimo!!

Mude seu hábito alimentar.

Alimente-se sem crueldade. Já temos alimentos em abundância de alta qualidade chegando a nossas mesas com um instalar de dedos. Se um dia na história da evolução houve a necessidade de nos alimentar de nossos irmãozinhos animais, hoje já não mais necessitando dessa barbárie. Você acredita que os animais têm sentimentos, inteligência e que pensam? Você acredita que os animais têm alma? Mulheres! Homens Negros! Acreditem, um dia, num passado não muito distante, essas perguntam se referiam a vocês. Lembram como vocês eram tratados?

Enquanto nos alimentarmos de forma tão cruel dificilmente conheceremos a paz.

Imagem

Neste natal dê de presente aos animais o direito de permanecerem vivos.